Procrastinar | O Verdadeiro Ladrão de Tempo – Combata!

PROCRASTINAR – O VERDADEIRO LADRÃO DE TEMPO

“A procrastinação é ladrão de tempo.” — Edward Young, c. 1742. Procrastinar | O Verdadeiro Ladrão de Tempo – Combata!

É procrastinação?

Se deixar para depois — protelar o que pode ou deve fazer agora — então você estará procrastinando. Em outras palavras, você deixa para amanhã o que pode fazer agora, hoje. O procrastinador deixa para outra hora o que precisa fazer já. Se podemos e devemos agir agora, e deixarmos para depois pode causar mais problemas mais tarde, então adiar o assunto é procrastinação.

Pegue esse ladrão!

Entenda por que você está procrastinando. Dê uma olhada nas razões abaixo, e veja se consegue encaixar numa delas algum projeto que você ainda não iniciou ou não terminou:

Hábito:

Se eu esperar até o último minuto, terei mais motivação para terminá-lo. Gosto da emoção de fazer as coisas em cima da hora. Vou esperar até ser cobrado pelo serviço umas duas vezes, daí, eu saberei que o trabalho é realmente importante. Tenho tanto para fazer que só posso dar atenção às coisas mais críticas.

Atitude:

Não sinto vontade ou não tenho motivação para fazer a tarefa que me deram. Só faço as coisas quando estou com vontade. Quero fazer outra coisa. Não tenho autodisciplina.

Receio:

Não sei se vou conseguir fazer o serviço. Não vai dar tempo de fazê-lo. É um projeto muito grande. Preciso de ajuda. E se eu não fizer direito ou não terminar? Preciso dos materiais para terminar o serviço. Tenho medo de que os outros me critiquem ou de ficar envergonhado.

Porque?

Cada pessoa procrastina em etapas diferentes.

Algumas procrastinam antes de começar, porque acham que o serviço é grande demais. Outras começam, mas quando estão quase na metade, perdem o entusiasmo, e adiam sua conclusão.

Há ainda as que chegam perto de terminar, mas daí começam outro serviço, deixando o primeiro inacabado.

Suas razões para não começar ou terminar um serviço talvez recaiam em todas as três categorias.

No livro The Now Habit, Neil Fiore escreveu: “As três questões principais por trás da maioria dos problemas de procrastinação são: sentir-se vítima, sentir-se incapaz e o medo do fracasso.”

Sejam lá quais forem as razões, se puder identificar as causas, estará mais perto da solução.

Determine como gasta seu tempo. Isso pode abrir os olhos para quanto tempo é desperdiçado em coisas relativamente sem importância entre cada tarefa importante.

TEMPO é dinheiro.

Assim diz um ditado popular. Na verdade, o tempo é muito diferente do dinheiro e de outras coisas materiais. Não se pode guardar o tempo para usá-lo depois, como se faz com dinheiro, alimento, combustível e várias outras coisas.

É inútil tentar guardar o tempo deixando de usá-lo. O que aconteceria se você dormisse oito horas e tentasse economizar o resto do dia não fazendo nada?

No fim do dia, as horas que não fossem usadas teriam sido desperdiçadas para sempre.

O tempo pode ser comparado a um rio volumoso. O rio sempre corre numa direção.

Séculos atrás, as pessoas construíam rodas-d’água na margem dos rios. Desse modo, podiam usar a força da água corrente para mover pedras de moinho, serras de madeira, bombas e martelos de forja. Você também pode aproveitar o tempo, não tentando guardá-lo, mas usando-o bem.

Para fazer isso, porém, é necessário combater esse ladrão de tempo — a procrastinação.

Procrastinar | O Verdadeiro Ladrão de Tempo – Combata!

Um ditado popular diz: “Nunca deixe para amanhã o que pode fazer hoje.”

Mas algumas pessoas gostam de refraseá-lo, dizendo: “Nunca deixe para amanhã o que pode deixar para depois de amanhã.” Quando precisam realizar uma tarefa difícil, acham mais conveniente procrastinar. Segundo certo dicionário, “procrastinar” significa “transferir para outro dia ou deixar para depois; adiar, delongar”.

O procrastinador tem o hábito de adiar o que precisa fazer. À medida que ele sente aumentar o estresse e a pressão para realizar algo, fica aliviado transferindo a tarefa para o futuro e aproveita o “tempo livre” que conseguiu — até que a pressão aumente de novo.

Um exemplo.  

Uma jovem aluna tem três semanas para preparar-se para uma prova de matemática. Há muita matéria que ela precisa estudar. Ela se senteProcrastinar | O Verdadeiro Ladrão de Tempo - Combata! pressionada. Há uma tentação para procrastinar — e ela cai nesse laço. Em vez de estudar, a jovem vê televisão. Os dias passam e ela continua adiando o que precisa fazer para passar na prova.

Daí, na véspera do exame, ela finalmente decide fazer o que precisa. Sentada à escrivaninha, começa a estudar toda a matéria da prova. Passam-se as horas. Enquanto os outros membros da família dormem, ela faz uma maratona para decorar equações, co-senos e raízes quadradas.

No dia seguinte na escola, ela tenta desesperadamente achar respostas para perguntas que sua mente cansada não é capaz de responder.

Ela tira uma nota baixa e é reprovada. Então tem de estudar toda a matéria novamente e talvez não consiga passar para a próxima série.

Essa aluna pagou caro por ter procrastinado.

Talvez ela pudesse estudar a matéria aos poucos, cerca de 15 minutos toda noite. Desse modo, não teria de estudar apressadamente na véspera, quando podia estar dormindo. No dia da prova, ela estaria descansada, bem preparada e conseguiria tirar uma boa nota.

Sugestões

Peça ajuda de amigos quando uma tarefa ficar difícil demais para começar ou terminar

Não comece o dia procrastinando. Quando o despertador tocar, levante logo.

Diminua seu grau de auto exigência. A busca pela perfeição pode adiar o começo de qualquer projeto. Vá melhorando conforme avança.

Remova as distrações. Se a internet é o problema, que tal desligar o wi-fi enquanto trabalha?

Faça uma coisa de cada vez.

Uma tarefa frequente deve estar no topo da lista.

Escolha no máximo 3 itens de alta prioridade e que estejam alinhados com seu objetivo principal. E não coloque outros itens até terminar os 3 estipulados.

Utilize um timer para gerenciar o tempo. Programa sessões de trabalho (60 a 90 minutos) e descansos pré-definidos (10 a 15 minutos)

Comece logo! Não significa que ao iniciar a tarefa precise ficar pronta até o fim do dia. Não se preocupe com isso agora.

Link’s Recomendados:

http://luauhen.com.br

http://blogrosemary.com

http://cursoimportadorprofissional.luauhen.com

Conclusão

Quando receber uma tarefa, decida quando é “o tempo oportuno” para realizá-la e realize-a mesmo. Assim, evitará o laço da procrastinação e suas consequências.

Também sentirá a alegria de ter feito um bom trabalho. Especialmente se iniciou no universo de Marketing Digital.

Ninguém, em absoluto, gosta de procrastinar ou sente orgulho de agir assim. Toda procrastinação vem acompanhada de um estado de ansiedade pânico e culpa.

Um hábito nocivo como a procrastinação não se muda da noite para o dia. Precisamos ser realistas e combate-lo dia-a-dia. Pelo menos comece a mudança.

Espero ter te ajudado.

Um abraço,

Luiz Augusto.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *